Now Playing Tracks

Soft Bondage

image

Estava em minha sala, na mesma cadeira de couro e com o mesmo olhar como se o corpo estivesse vazio e a alma dando voltas pelo mundo, realmente estava! Lembro-me bem daquela noite, quando Adam me levou em um clube diferente, onde as pessoas simplesmente não se importavam e foi mágico, cada olhar, carícia, os beijos regados de bebidas (das mais caras diga-se de passagem) e daqueles adocicados fluídos corporais, aqueles cheiro doce que deixavam enebriados homens e mulheres…

E ela estava lá, bebendo despretensiosa, como se o mundo girasse ao seu redor. Sinceramente não sei o que Adam fez nesse poucos minutos em que eu analisava Isabella(o nome da dita criatura) com intensa inveja e admiração. Fui manuseada por Adam até um quarto onde a volúpia parecia bem vinda, nos sentamos e começamos a nos beijar sofregamente, lembro da primeira vez quando fiquei tímida e receosa, agora não ligo, só o prazer é importante!

Estava pronta! Senti as cordas pelo meu corpo e esse simples gesto invadiu meu corpo de tesão, um calor descontrolado como se estivéssemos. Depois que fui amarrada me imaginei como uma obra de arte, os outros e ela me observavam e quando menos esperava fui surpreendida pelo beijo quente e macio dela…DELA! Suas mãos começaram a percorrer o meu corpo como se a vidas de todos nós dependesse daquilo, foi lambendo o meu corpo de ponta a ponta, nunca fiquei tão deliciada e me senti tão deliciosa…

Para a minha surpresa, por baixo daquele vestido sutil estava uma mulher envolta em vinil! Aquela roupa, ela se deliciando comigo e chamando os demais e os que ainda estavam acanhados. Olhava para os lados e via troca de parceiros, homens e mulheres amarrados, um aproveitando o corpo do outro..

Eu estava suspensa para a hora do chicote, que delícia! Aquela pequena mulher virou um gigante a cada, chicotada, gesto e gemido e foi quando me soltaram, era a minha vez. Já em delírio, gemendo e apertando aquele corpo, nem chegamos na cama, caímos pelo macio carpete ela com a boca nos meus seios e eu tentando abocanhar os dela. Aquelas mãos na minha coxa, urros de prazer por todo o quarto transformando-se em melodia, nossos corpos rolando no chão quando finalmente Adam aparece, o meu corpo gritava pelo dele e meu chamado foi ouvido e acatado.  O corpo dele rijo, ereto e violento sobre o meu, Isabella adiantou-se e faz dos meus seios o seu parque de diversões, foram gritos e sussurros dos três quando com uma bofetada de Adam cheguei ao orgasmo, aquele calor escorrendo pelo corpo e pensando que poderia morrer naquele momento. 

We make Tumblr themes